Dica de leitura: Isso me traz alegria?

O livro A mágica da arrumação da japonesa Marie Kondo tem conquistado o mundo com mais de 2 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Nas livrarias o livro está no setor dos mais vendidos, e na busca na internet é o que mais aparece e por um preço super acessível.

O método chamado KonMari ensina você a ficar somente com coisas que te fazem alegre e feliz. Abaixo trarei algumas ideias do método japonês.

– Não precisa de artigos organizadores: no máximo caixa de sapatos que são muito úteis.

Sim, não é fundamental ter artigos organizadores para deixar um ambiente organizado, mas que eles ajudam, ajudam e muito na hora de colocar cada coisa em sua “casinha”.

– Não empilhe as coisas: a chave é arrumação na vertical: no ato de empilhar será mais fácil de acumular sem perceber e na vertical, tudo que chegar será perceptível o acréscimo e logo menos espaço.

Por isso que não recomendo pilhas em gavetas ou caixas, o que fica embaixo é pouco utilizado ou até esquecido.

– Fotografias e cartas devem ser reduzidas ou até descartadas

Kondo fala que seguindo o seu método a pessoa provavelmente manterá 5 fotos daquela viagem, que serão suficientes para manter viva a lembrança de quando foi tirada. Já as cartas, ela diz que a missão delas acaba quando são lidas. Será? Nesse ponto, discordo dela, pois algumas cartas podem ter um valor sentimental muito grande, como a última carta escrita por um familiar, uma mensagem especial de um filho. Não estou querendo dizer que devemos guardar todas, devemos sim fazer uma triagem, mas todas é exagero para nós ocidentais.

– Nunca deixe a família ver o que será descartado

Segundo ela sempre aparece um ser especialista em reciclar tudo chamado mãe. Ela aconselha que não há necessidade de ter familiares vendo, pois a depender da roupa ou objeto pode ser doloroso ou pode achar que aquilo ainda será útil. O momento deve ser seu e de mais ninguém.

– Comece descartando e faça tudo de uma só vez

Temos uma ordem a seguir: descartar e guardar. Caso isso não seja feito a probabilidade de tudo voltar a ser como antes é grande. Começou a organizar as roupas, veja o que será mantido e doado até acabar, depois você pensa onde guardará tudo.

Fica a dica de leitura dessa japonesa que trouxe a organização para a vida de muitas pessoas com técnicas criadas e comprovadas por ela.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + seis =